Exames PEATE / BERA

Otite é uma das causas mais comuns de infecção na primeira infância
27 de junho de 2019
Voz rouca em crianças é normal?
11 de julho de 2019

Exames PEATE / BERA

Os Potenciais Evocados Auditivos (PEAs) nos permitem observar a atividade elétrica gerada na via auditiva mediante a apresentação de um estímulo sonoro. Eles são divididos em curta, média e longa latência.

O potencial evocado auditivo de tronco encefálico – PEATE, mais conhecido com BERA é um potencial de curta latência, na qual avaliamos as respostas neuroelétricas geradas no nervo auditivo e tronco encefálico. Ele pode ser realizado para avaliar a integridade da via auditiva, avaliação da maturação do sistema auditivo central em neonatos, avaliação de doenças que afetam o sistema auditivo, entre outras (ANDRADE et al, 2018).

LEGENDA: PEATE realizado por estímulo clique na intensidade de 80dBnNA, em adulto, com audição normal.

O PEATE/BERA também pode ser utilizado como audiometria de tronco encefálico, quando realizado por frequência específica (FE) (500Hz à 4000Hz). A avaliação por frequência específica é recomendada quando realizamos o exame no bebê, para diagnóstico de deficiência auditiva e em crianças e indivíduos maiores que não respondem para a audiometria tonal liminar

LEGENDA: PEATE – FE realizado em criança de 2 anos e 3 meses, com audição normal, na frequência de 2KHz

Por: Andressa Pelaquim